RSS

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Anjo sedutor



Está entre o querer e o não queria

É o desejo que eu gostaria não desejar tanto

Aflora em mim os mais secretos desejos de mulher

Me desnuda com o olhar e me fala como um anjo

Está entre o humano e o celestial

Já não posso discernir...


És um anjo ou és real?

Suelen Braga

8 comentários:

Daniel disse...

Pode ser um anjo e ser real ao mesmo tempo. Desde que te faça bem.
Daniel

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Solange disse...

é o encantamento...
é como começam as lindas histórias...

beijo enorme !!!!

Silvia Santiago. disse...

gostei muito do teu blog, querida *.*
estou a seguir. :)

Leo disse...

Oi, tá tudo bem contigo ai no rio?
com essas calamidades fiquei preocupado.

Bjs.

Poemas e Amizades disse...

Oi, Suelen, boa noite!!

Setembro de 2007... Bastante tempo...
Maravilhoso poema!
As contraposições mais íntimas transbordam em cada verso, fruto daquele encantamento da descoberta do amor - ou da paixão - por quem não sabemos ainda como definir quê ou quanto representa para nós...
Curiosamente, sequer sabemos se quem puxa para o sonho é a felicidade ou a prudência, e qual a outra que puxa para a realidade.
Lindo, realmente.
Para quem se definiu, no perfil, como maluca, desvairada, incompreendida, alcoólatra, insensata, fora dos padrões... (que fala sobre o amor)... você é extraordinariamente precisa, poética e meiga quando fala do amor...
Essa última parte está confirmada! Você fala do amor, e como fala bem!
Um abraço carinhoso
Marcelo Bandeira

Literatura pública disse...

Quanto tempoo xD


lindo teus textos xD adorei!!!

Cantinho She disse...

Ai, ai lindo demais! Querida, vc tá bem? Espero que sim... Beijo, beijooo!
She

Postar um comentário