RSS

sábado, 1 de maio de 2010

Partida

Nu e cru
Foi aquele adeus
Invadiu, possuiu, consumiu
E bruscamente partiu

Nu e cru...
Suelen Braga

14 comentários:

Thais Alves disse...

As partidas são sempre dolorosas e nos partem ao meio levanto a outra metade com quem partiu . Muito legal aqui e estou seguindo ;*'

Marcelo Novaes disse...

Oi, Suelen.


Adeuses são assim.

Não deixam tapetes vermelhos atrás de si...







beijo.

Márcio Vandré disse...

Odeio as despedidas de filmes mudos.
A gente vê a lágrima escorrer, mas não ouve o porquê.
Uma pena.

Belo texto!
Mesmo!
Um beijo!

disse...

Partidas doem porque, na maioria dos casos, apenas um quer ir embora. E resta ao outro a dor da saudade do que foi e do que poderia ter sido.

Lindo blog, estou te seguindo (:
Beijos, bom findi

Paulo Tamburro disse...

SUELEN,

No meu blog, HUMOR EM TEXTO a crônica de humor desta semana é :"Afinal,o que tem por trás disto?".

O que será?

Venha conferir!

Voltarei sempre aqui.

Um abração carioca.

Mistério do Planeta disse...

que lindos.


imagem/poesia.
obrigada pela doce visita :)

abraços.

Amélie™ disse...

As partidas são sempre muito dolorosas. Ainda mais quando sabemos que não haverá volta.
Bjs.

;)

Paulo Vitor Cruz disse...

Hola, chica...

gracias pela visita ao meu blog.. resolvi passar aqui p agradecer, curti o q encontrei (o "xeiro" aqiu é otimo..) e resolvi puxar o banco e ficar por aqui tbm, p acompanhar o q virá da qui p frente...

*tradução: virei seguidor tbm..

besos e feliz domingo ae,
bai.

Raymara Milhomem disse...

Obrigada pela visita e pelo carinho linda *-*
Seu blog também está muito lindo.

Seguindo você.
Beijos.

FatoSempalavras. disse...

partiu deixando a porta aberta para uma nova presneça ,num espaço de tempo não muito distante. aposto.

Incontáveis abraços do "cara pálida"

:)

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Suelen,
O adeus era pra nunca ser dito, ou pelo menos, não ser ouvido. Pois é sempre nu e cru qualquer adeus. E longo, como teu curto poema!

Abraço poético,
Pedro Ramúcio.

Lolzinhah disse...

Aii amei *-* foi tocante!! Ahh e esse blog tá demais viu?! ^^.Dá uma passadinha no meu também.Bjoox(to seguindo)

dansesurlamerde disse...

ainda bem que foi um adeus, definido assim, por mais que doa.

beijo, moça.

Carolina Caetano disse...

E ficam assim em forma de poema os que restam do nu e do cru. Mas é bom, não?
Faço o mesmo, então, e sigo aqui!
Abraço, querida!

Postar um comentário